Grifo, fundador de Tart


"E assim, a humanidade triunfou, os sábios voltaram a governar o povo, as cidades terrenas voltaram a prosperar, e a crença no Deus único voltou a ser praticada em todo o mundo. E a civilização All~ voltou a prosperar."


Griffan foi um dos Nonos que não aderiu a corrupção de seus irmãos, e se refugiou nas montanhas, onde ele se apaixonou por Ellen, a dácia. Depois da queda das cidades atmosféricas, ele deu origem ao império de Tart (alegria), em língua allane, que foi um dos últimos impérios mundiais avançados antes da história oficial humana, e seus descendentes deram origens aos povos allanos.

Griffan expandiu seu império a toda a terra, num império multilíngue que abrangia diversos povos, mas a capital de seu império falava a língua dácia de Ellen, que deu origem a todas línguas hoje chamadas de latinas. Mas, depois de algum tempo, houve a grande queda dos céus, quase tudo foi destruído, sendo toda civilização e conhecimento perdido.

E a humanidade voltou à escuridão, com o passar dos séculos alguns povos remanescentes de Tart, que se lembravam dos mitos antigos, começaram a se expandir dando origem a novos reinos e a um império.

Mas, tarde veio uma religião obscura que ao se tornar oficial junto com um imperador resolveram reescrever toda a história a sua própria maneira, acobertando toda a história tecnológica e os "mitos pagãos" por serem perigosos demais ao seu poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

copyright © . all rights reserved. designed by Color and Code

grid layout coding by helpblogger.com